E se fosse com o PT?

Esse texto do Marcel Frison estava no post anterior,

que fala sobre a necessidade de nos mantermos mobilizados mesmo em caso de vitória da Dilma,

mas acabei achando melhor publicar separado. O texto é excelente.

UMA NOTÍCIA E CINCO PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR

A edição deste domingo (21/08) do jornal Zero Hora publicou na coluna “Direto de Brasília” de responsabilidade do jornalista Klécio Santos, sob o título “Prejuízo”, a seguinte notícia, que transcrevo literalmente com grifos meus:“ Parece piada, não fosse tão sério. Com dificuldades para arrecadar recursos, os tucanos estão apreensivos com o sumiço de 4 milhões da campanha tucana de José Serra. O dinheiro teria sido amealhado por um tucano influente, figura notória pela desenvoltura com que sempre circulou pela cúpula do partido. Como os recursos não tem origem declarada , o PSDB sequer pode recorrer à justiça”.

Não sei nem por onde começar, que tal iniciar seguindo a linha do Sr. Klécio, demonstrando comiseração e dó pelo candidato Serra? Afinal de contas, não bastasse ter que expor imagens suas ao lado do Presidente Lula (aquele mesmo Lula que o seu partido e ele próprio combateram duramente os últimos oito anos) no seu programa de TV, ter o Lula gravado no seu jingle e ter que desesperadamente cantar para todo o Brasil – “Tira a mão do trabalho do Lula/ tá pegando mal/… Tudo que é coisa do Lula/ a Dilma diz/ é meu, é meu” – o pobre coitado tem que aguentar a traição de um dos seus convivas que (supostamente) lhe surrupiou 4 milhões de reais da já combalida tesouraria de campanha. É demais, inaceitável, indignante, etc.

Porém, vivemos um momento importante da nossa história, estamos decidindo os rumos do país, estamos escolhendo nossos governantes pelos próximos quatro anos e, portanto, não podemos nos deixar levar pela tentação do sarcasmo diante deste insólito acontecimento.

Assim sendo, é preciso dizer que o assunto é grave, não apenas “sério” e tampouco parece “piada”. E sugere quatro perguntas que não podem calar até encontrarem suas respostas para o povo brasileiro:

1. É verdade que sumiram 4 milhões de reais da campanha de José Serra à presidência?

2. Se é verdade, por que tal numerário não tem origem declarada?

3. Se os 4 milhões não tinham origem declarada, existe mais dinheiro de procedência desconhecida na campanha do Serra?

4. Por fim, quem é o Tucano influente que furtou tamanha dinheirama do Caixa 2 da campanha Serra?

Enquanto esperamos pelas respostas, sugiro que nos dedicamos à reflexão sobre uma quinta e derradeira pergunta: Como seria a cobertura dos meios de comunicação de tal fato, se o mesmo tivesse acontecido dentro das fileiras do PT e da campanha Dilma?

Esta última o Serra não precisará responder, pois o povo brasileiro logo chegará às suas conclusões. É por isso que, apesar de tudo, conquistaremos uma grande vitória no dia 3 de outubro.

Marcel Frison
Vice-presidente do PT/RS e membro do DNPT

publicado no Conversa Afiada

Anúncios

Sobre CCBregaMim

Classe média. Não sai da gente. Mas melhora, se a gente estiver disposta a abandonar nosso lugar na opressão.
Esse post foi publicado em informação necessária e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s