BURRICE

Sou burra porque fui criada bem no seio da burrice.
Sou burro porque fiz da burrice meu principal prazer.

Repito com as crianças perto de mim o ritual sagrado
de transmissão da burrice.
Ensino solenemente a meus filhos, sobrinhos, alunos…
O que é bom e quais coisas devem evitar.

Sou ainda mais competente do que foram comigo
E consigo oferecer um repertório ainda menor
do que aquele que me foi passado…

Não, isso não, esse é sujo…

Compre certo, faça bons negócios,
Goste do que é doce e vem em embalagens
Não use o seu tempo, desperdice-o
Vicie-se.

Para tornar-me inteligente
Terei que abrir mão de tanta coisa…
Abro mão diariamente
Tanta coisa que às vezes penso
que vai ter uma hora que não sou mais eu

Respirando puro vento
Meu corpo expandido em movimento
andando firme em direção determinada
minhas roupas não pesam
minha alma não pesa

E tenho medo.
Estou presa ao entulho que carrego
que me higieniza
individualiza
encarcera.

Isso é burrice.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s